The way Steve Jobs change the world

Esse filme conta a história de Steve Jobs desde a década de 70 quando comercializou sua primeira linha de computadores até sua morte em 5 de outubro de 2001. Dessa forma, vou colocar aqui um pouco da história de Steve Jobs relacionando com partes do filme dedicado a esse visionário.

Steven Jobs (São Francisco, Califórnia, 24 de fevereiro de 1955) foi um inventor, empresário e magnata americano no setor da informática. Co-fundador, presidente e diretor executivo da Apple.

Além de sua ligação com a Apple, foi diretor executivo da empresa de animação por computação gráfica Pixar e acionista individual máximo da The Walt Disney Company.

No final da década de 1970, Jobs, em parceria com Steve Wozniak e Mike Markkula, entre outros, desenvolveu e comercializou uma das primeiras linhas de computadores pessoais de sucesso. Na década de 1980, ele estava entre os primeiros a perceber o potencial comercial da interface gráfica do usuário guiada pelo mouse, o que levou à criação do Macintosh. Morreu em 5 de outubro de 2011, aos 56 anos de idade, devido a um câncer pancreático. O próximo projeto da Apple Inc se tornaria o computador pessoal mais bem sucedido da história, vendendo quase 6 milhões de unidades em 16 anos.

A fonte de alimentação do Apple II foi outra revolução. Jobs queria evitar a necessidade de um ventilador e encomendou a construção de uma nova fonte ao engenheiro Rod Holt da Atari. Holt construiu uma fonte de energia comutável, que ligava e desligava milhares de vezes o que possibilitava armazenar a energia por muito menos tempo e consequentemente liberava menos calor.

Para o design, Jobs queria um trabalho que se destacasse diante dos computadores em suas caixas cinza metálico. O Apple II foi lançado oficialmente em abril de 1977. O Macintoch nasceu em 1979, fruto do desejo de criar um equipamento simples, com tela, teclado e computador numa única peça e vendido por mil dólares. O computador pessoal como produto de massa. Jobs começou a ficar fascinado pelo projeto – uma máquina barata para o grande público, com uma interface gráfica simples e design despojado – mas não concordava com a transgressão na qualidade para manter os custos baixos. O Macintosh foi o primeiro computador a se apresentar. Com uma voz eletrônica ele se dirigiu ao público da seguinte forma: “Olá. Sou o Macintosh.”

Microsoft x Apple

A Apple estava se destacando no mercado pela sua inovação, a criação dos microcomputadores para pessoas comuns e um sistema operacional original e arrojado. A Microsoft era ainda uma pequena empresa de software, que prestava serviços a outras empresas.

Bill Gates dá um grande salto para a Microsoft e também para a informática. Bill Gates em uma Reunião com a IBM, garante a eles que a Microsoft tinha tudo o que a IBM estava precisando (ele estava falando sobre um sistema operacional, chamado MS_DOS). Bill Gates se infiltrou na Apple, fazendo a Microsoft prestar serviços à Apple trabalhando com eles. E foi trabalhando e desenvolvendo sistemas na Apple que Bill Gates “rouba” informações e lança o sistema operacional Windows com direitos reservados apenas para a Microsoft. Essa grande sacada fez a Microsoft ter sucesso

 

Importante: A tecnologia como alto teor competitivo entre as empresas

A atitude que Bill Gates teve com Apple é o que a administração chama de Benchmarking (ele olhou uma ideia que a Apple tinha e fez melhor trazendo para a Microsoft). Bill Gates não roubou a ideia da Apple, ele tomou conhecimento de uma informação e melhorou a ideia trazendo para sua empresa.

Ético ele não foi, pois a Microsoft prestava serviços a Apple, mas também não foi errado, porque ele sabia que aquela ideia era uma ótima arma competitiva e não deixou passar. A tecnologia é atualizada a cada dia, e as empresas não podem deixar de se atualizar e de inovar. Deixando o avanço de lado uma empresa torna-se ultrapassada e morta no tempo, perdendo assim o seu potencial de competitividade frente às outras empresas no mercado. Ser competitivo é estar atualizado e informado, é estar um passo a frente dos nossos concorrentes. Não foi à toa que Bill Gates se tornou o homem mais rico do mundo.

A Microsoft e a Apple fizeram um trabalho em conjunto, incluindo o desenvolvimento do Microsoft Office para o Mac. Em 1997, o mesmo ano em que Steve Jobs retornou à Apple como CEO, a Microsoft investiu US$ 150 milhões na empresa de Jobs, que enfrentava dificuldades.

Desde aquela época os números de fato se voltaram para a Apple, que sob a direção de Steve Jobs. Lançou o iPod, iPhone e iPad, além de outros produtos. A empresa capturou diversos consumidores, que ajudaram a fazer da Apple uma grande companhia de tecnologia.

 

No Youtube só tem a versão em inglês / espanhol:

About Patricia Matsuda

Possui Graduação em Administração Pública pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2006). Mestrado (2010) e Doutorado (2015) pelo Programa de Pós Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Federal de São Carlos. Realizou o doutorado sanduíche na University of Manchester - Manchester Business School (06/2013 - 04/2014). Foi Professora Universitária das Faculdades Integradas de São Carlos pelo período de dois anos (2007 - 2009). Foi bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) desde 2011 até 2014. Participa do Núcleo de Estudos em Sociologia Econômica e das Finanças (NESEFI). Foi Professora da disciplina de Operações, Serviços e Sistemas Produtivos II e orientadora de TCC no curso de Administração na Faculdade Sumaré. Ainda na Faculdade Sumaré foi Professora Conteudista da disciplina de ensino à distância Aplicação e Análise de Casos desde 2014 até 2017. É atualmente Professora da disciplina de Gestão Estratégica da Inovação e Teoria da Inovação e Competitividade para o curso de Administração no Centro Universitário da FEI - Unidade São Bernardo do Campo. Participa ativamente de eventos de Empreendedorismo, criatividade, inovação e startups como: Avaliadora na Bootcamp Final e Demoday do InovAtiva Brasil ; Palestrante na Oficina de criatividade e inovação do FEI Portas Abertas ; Avaliadora no Pitch Fight do Centro Universitário FEI ; Participação da organização do Congresso de Inovação no Centro Universitário FEI; Avaliadora de projetos no evento Inova FEI; Jurada no Startup Weekend edição ABC. Atualmente conduz pesquisas de iniciação científica com alunos do Centro Universitário FEI, com bolsa Pipex, nos seguintes temas: Startup Enxuta, Empresas do Cubo, Análise de ativos intangíveis, Startups abertas, Wenovate, Aceleradoras e Incubadoras de startups.
View all posts by Patricia Matsuda →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *