Ferramentas para seleção das melhores ideias

Agora que aprendemos a gerar as melhores ideias.

Vide post que explica como geramos ideias.

Chegou a hora de selecionarmos essas melhores ideias. Para isso existem algumas ferramentas:

O funil da inovação ou pipeline serve geralmente para organizações de bens de consumo não duráveis, por exemplo, quando vamos ao mercado, temos muitas pastas de dente para escolher, diferentes sabores, marcas e componentes. Assim como marcas de refrigerante temos muitas opções. Para escolher tudo que queremos produzir, existe o funil da inovação.

A frente difusa do funil também chamada de fuzzy front end, que quer dizer frente embaçada ou difusa, ou idéias ainda não estão muito claras no início, serve como se fosse a boca do funil, da qual surgem ideias de diferentes fontes como sugestão de funcionários, consumidores, projetos anteriores, fornecedores, etc.

(2) A segunda etapa do funil seria a viabilidade, da qual se olha a técnica para produção e um estudo de mercado, ainda a viabilidade financeira e de produção. Nessa fase se elabora o protótipo. (3) Com a aprovação na etapa anterior, se faz produtos, propaganda, embalagem, normas e testes.

Na etapa 4 seria o lançamento, se avisa a equipe de vendas, são feitas preparações para o lançamento. Nas fases finais 5 e 6, seria acompanhamento, avaliação e roll out. Se verifica o desempenho das vendas, a resposta do consumidor, as metas, a qualidade do produto. E na última fase (6), os novos produtos são reaplicados em suas filiais.

Algumas empresas como Natura e Sadia utilizam o funil da inovação para sua gestão de lançamento de novos produtos.

Observe o funil da inovação da empresa Natura.

 

Outra ferramenta utilizada para seleção de ideias seria o chamado Stage-gate, seria bastante parecido com o funil da inovação. Com diferença em suas etapas. Observe que cada autor coloca etapas diferentes de acordo com seu estudo. Nesse caso da Figura do Stage-gate abaixo, se tem etapas de geração de ideais, escopo, modelo de negócios, desenvolvimento, teste e validação e lançamento.

Coloquei um vídeo que exemplifica o Stage-gate da empresa Embraer para do jato Legacy 500:

Observe no vídeo da Embraer acima, a inovação tecnológica no mercado mundial de aviação executiva, o Stage-gate foi desenvolvido em cinco fases: (1) estudos preliminares, (2) definição conjunta, (3) detalhamento e certificação, (4) produção em série e (5) phase-out

É importante ressaltar que se tem diferenças do lado do produtor e do lado do consumidor, nem sempre uma tecnologia de processo de produção pode ser perceptível ao consumidor final por exemplo, mas essa mudança pode ocasionar diminuição dos custos, por exemplo.

 

Com relação à percepção da operação (tecnologia), têm-se os seguintes tipos de projetos:

Radical (breakthrough): gera vantagem competitiva sustentável e oportunidade para patente

New Generation (next generation): alteração tecnológica significativa

Incremental: aperfeiçoamento da tecnologia atualmente existente

Base (brand support): tecnologia já amplamente conhecida e disponível na indústria.

Na visão do consumidor, o projeto pode ser:

New core product: produtos para novos hábitos do consumidor. Por exemplo: nova marca

New benefits: novos conceitos ou benefícios que atendem às necessidades do consumidor. Por exemplo: produtos de limpeza com biotecnologia

Improvement: melhoria discernível pelo consumidor em relação a produtos existentes. Por exemplo: novo sabor de maionese, nova embalagem

Variant: paridade com produtos competidores em relação ao apelo. Por exemplo: lançamento de um catchup com uma marca conhecida de maionese

No change: não há mudança perceptível pelo consumidor.

 

De forma geral, espero ter contribuído para seus conhecimentos em seleção das melhores ideias. A prática se aproxima muito da teoria nas grandes empresas, ás vezes o que ocorre seria uma falta de alimentação do sistema e acabam por surgir diversos funis em uma única empresa. Mas o modelo é pertinente e tem levado a progressos no gerenciamento de inovações.

Segue um resumo feito por mim em formato ppt sobre as ferramentas de seleção de ideias que acabamos de ver: funil inovação (1)

, , , ,

About Patricia Matsuda

Possui Graduação em Administração Pública pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2006). Mestrado (2010) e Doutorado (2015) pelo Programa de Pós Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Federal de São Carlos. Realizou o doutorado sanduíche na University of Manchester - Manchester Business School (06/2013 - 04/2014). Foi Professora Universitária das Faculdades Integradas de São Carlos pelo período de dois anos (2007 - 2009). Foi bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) desde 2011 até 2014. Participa do Núcleo de Estudos em Sociologia Econômica e das Finanças (NESEFI). Foi Professora da disciplina de Operações, Serviços e Sistemas Produtivos II e orientadora de TCC no curso de Administração na Faculdade Sumaré. Ainda na Faculdade Sumaré foi Professora Conteudista da disciplina de ensino à distância Aplicação e Análise de Casos desde 2014 até 2017. É atualmente Professora da disciplina de Gestão Estratégica da Inovação e Teoria da Inovação e Competitividade para o curso de Administração no Centro Universitário da FEI - Unidade São Bernardo do Campo. Participa ativamente de eventos de Empreendedorismo, criatividade, inovação e startups como: Avaliadora na Bootcamp Final e Demoday do InovAtiva Brasil ; Palestrante na Oficina de criatividade e inovação do FEI Portas Abertas ; Avaliadora no Pitch Fight do Centro Universitário FEI ; Participação da organização do Congresso de Inovação no Centro Universitário FEI; Avaliadora de projetos no evento Inova FEI; Jurada no Startup Weekend edição ABC. Atualmente conduz pesquisas de iniciação científica com alunos do Centro Universitário FEI, com bolsa Pipex, nos seguintes temas: Startup Enxuta, Empresas do Cubo, Análise de ativos intangíveis, Startups abertas, Wenovate, Aceleradoras e Incubadoras de startups.
View all posts by Patricia Matsuda →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *