Plano de ensino de Gestão da inovação

Olá bem vindo ao site, sou professora de inovação no Centro Universitário FEI e gostaria de compartilhar minhas aulas, pesquisas e matérias recentes sobre o tema de inovação com vocês!

Durante o período de um semestre eu leciono sobre a Gestão da Inovação, na FEI se trabalha por competências

Na competência aprender a conhecer

  • Compreender o conceito de inovação como estratégia de crescimento e perpetuidade das organizações e também entender seu alinhamento com os objetivos estratégicos de longo prazo, através da utilização de ferramentas de gestão para fomentar inovações tecnológicas e de gestão;
  • Conhecer a agenda de pesquisa dos campos teóricos da Economia e da Engenharia, consagrada internacionalmente no Manual de Oslo da OCDE. Nesta abordagem se confere especial ênfase na inovação tecnológica de produto, processo e serviços, buscando-se compreender os esforços e as evoluções das trajetórias empresariais de inovação em interação constante com os sistemas institucionais de CT&I (Ciência, Tecnologia e Inovação);
  • Conhecer conceitos dos campos teóricos da Administração e do Marketing. Nessa vertente, entende-se a inovação como uma nova proposição de valor percebida pelos clientes – seja ela pessoa física ou jurídica – que seja sustentável – ambientalmente, socialmente, organizacionalmente e economicamente – enquanto modelo de negócios ao longo do tempo. Ao se definir desta forma, se tenta descontaminar o conceito de inovação dos processos simplificadores de gerenciamento da criatividade ou dos “tipos puros ideais tecnológicos” que restringem as trajetórias de inovação às ferramentas técnicas de gestão ou as novas tecnologias da Engenharia contemporânea;
  • Discorrer sobre Inovação e competitividade, Competências Dinâmicas, Inovação e mudança, Inovação e Tecnologias emergentes, Modelo de Gestão Estratégica da Inovação, Inteligência Tecnológica e Inovação, Estratégias de Inovação, Implantação da Inovação e Gestão da mudança, Inovação em multinacionais, Inovação em empresas em desenvolvimento, Tecnologia de Informação e Inovação. Implantação da Inovação e Métricas de Inovação.

Na competência saber fazer,

  • Executar atividades de levantamento de hipóteses e experimentação de novas ideias;
  • Empregar o uso de metodologias ágeis para desenvolvimento de novos modelos de negócio;
  • Identificar através de pesquisa de mercado interesses dos clientes alinhados com a estratégia da organização;
  • Realizar testes para validação de ideias através da criação de produtos mínimos viáveis;
  • Empregar o uso da inovação aberta através da participação em concursos de inovação;
  • Identificar ao final dos Módulos, em forma de apresentação em Mapa Conceitual, os principais destaques abordados no que tange o tema Inovação, estabelecendo ligações entre os Módulos, registrando as abordagens que mais fizeram sentido.

Na competência saber ser,

  • Desenvolver novas ideias e as validar utilizando-se de ferramentas da inovação e de criatividade;
  • Dialogar e se comunicar com colegas através de diversas atividades que serão realizadas em grupos, desenvolver dessa forma, a cooperação e o respeito aos colegas;
  • Saber ouvir a apresentação de trabalhos de colegas;
  • E por fim, cumprir prazos.

MÓDULO 1 : Economias baseadas em conhecimento

1.1) Conhecimento, Inovação e Desenvolvimento Econômico e social

Características da Nova Economia

Gestão da Inovação e aprendizado na economia do conhecimento

Literatura Obrigatória

Tigre, P. (2007) Capítulo 13 in: Gestão da inovação: A economia da inovação no Brasil. Editora Campus.

MÓDULO 2: Conceitos Fundamentais e Avançados

2.1) Conceitos Fundamentais e Avançados aplicados no estudos de inovação e aprendizado

Capacitação tecnológica, conceitos, indicadores e experiências no Brasil

2.2) Mapeando e Alavancado a Inovação

Um novo modelo de inovação estratégica e mudanças nos modelos de negócios

Literatura Obrigatória

Figueredo, P. Tecnologia e Gestão Empresarial Inovadora. Revista Brasileira de Inovação, Volume 3, Número 2, julho-dezembro

Capítulos 1 e 2 do livro de Davila, Epstein e Shelton, (2007) As Regras da Inovação. Ed. Book man, Wharton School Publishing.

MÓDULO 3: Estratégia e Inovação

3.1) Inovação e Estratégia Competitiva

Conceito de estratégia

Integração entre estratégia competitiva e capacitação tecnológica

Ligando a estratégia ao negócio

3.2) Como desenhar  um a estratégia de inovação ganhadora

Formulação de estratégias baseadas em inovação

3.3) Inovação no Brasil: Análise das performances da empresas

Padrões de comportamento e a natureza das trajetórias de inovação no Brasil

Literatura Obrigatória

Tigre, P. (2007) Capítulo 9 e 10, in: Gestão da inovação: A economia da inovação no Brasil. Editora Campus.

Capítulo 3  do livro de Davila, Epstein e Shelton, (2007) As Regras da Inovação. Ed. Bookman, Wharton School Publishing

Arruda, M. Vermulm, Holanda, S. (2006) “Inovação Tecnológica no Brasil”. A indústria em busca pela competitividade global. ANPEI.

MÓDULO 4: Sistemas de Inovação, Instituições e Organizações

4.1) Inovação e Desenvolvimento Econômico Regional

  • O papel da inovação tecnológica na gestão da competitividade das regiões
  • O papel das MPMes
  • Cidades digitais
  • Sistemas regionais inovadores
  • Parques tecnológicos
  • Incubadoras
  • Caso do vale do Silício
  • MPMes

4.2) Regimes abertos de Inovação

  • Apresentação dos conceitos de Open Innovation

Literatura Obrigatória

Literatura complementar: Chesbrough, H. (2003) Open Innovation: The new imperative for creating and profiting from technology. Ed. Harvard Business School Press.

MÓDULO 5: Ferramentas e Técnicas de Gestão da Inovação para Desenvolvimento de Produtos

5.1) Estudos de caso no desenvolvimento de programas

DIP – Desenvolvimento integrado de Produtos

Engenharia simultânea

Manufatura virtual

Projetos em 3D e simulações virtuais

Literatura Obrigatória

Gavira, M; Ferro, A; Quadros Carvalho, R. Gestão da Inovação Tecnológica uma Análise da Aplicação do Funil de Inovação em uma Organização de Bens de Consumo (2008) Revista Mackenzie (versão em pdf)

MÓDULO 6: Estratégia e Inovação em Multinacionais

Trajetórias de internacionalização de empresas com foco em inovação

Globalização das atividades de Inovação e P&D

Centralização versus descentralização  das atividades de P&D

Literatura Obrigatória

Oliveira, Jr., M. Boehe. D. Borini, F.M. (2008) Estratégia e Inovação em Corporações Multinacionais: A Transformação Das Subsidiárias Brasileiras. Ed. Saraiva.

Referências  Básicas:

Davila, Epstein e Shelton, (2007) As Regras da Inovação. Porto Alegre:  Bookman.

Tidd, Bessant e Pavitt (2008) Gestão da Inovação. Porto Alegre, Bookman.

Tigre, P. (2006): Gestão da inovação: A economia da inovação no Brasil. São Paulo: Campus.

Referências Complementares:

Chesbrough, H. (2003) Open Innovation: The new imperative for creating and profiting from technology. Ed. Harvard Business School Press.

Estudo do caso de desenvolvimento dos programas ERJ-145 e ERJ-170 da Embraer Boeing 787 e Airbus 380

Pesquisa IPEA 2005  – Inovação no Brasil. Apresentação Glauco Arbix

Steiner, J., Cassim, M., Robazzi, A. Parques Tecnológicos: Ambientes de Inovação. Texto para discussão IEA (arquivo em PDF)

Suzigan, Furtado e Garcia : A dimensão regional ,  das atividades de CT&I no Estado de São Paulo. Livro de Indicadores de CT&I, FAPESP (Arquivo em PDF)

About Patricia Matsuda

Possui Graduação em Administração Pública pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2006). Mestrado (2010) e Doutorado (2015) pelo Programa de Pós Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Federal de São Carlos. Realizou o doutorado sanduíche na University of Manchester - Manchester Business School (06/2013 - 04/2014). Foi Professora Universitária das Faculdades Integradas de São Carlos pelo período de dois anos (2007 - 2009). Foi bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) desde 2011 até 2014. Participa do Núcleo de Estudos em Sociologia Econômica e das Finanças (NESEFI). Foi Professora da disciplina de Operações, Serviços e Sistemas Produtivos II e orientadora de TCC no curso de Administração na Faculdade Sumaré. Ainda na Faculdade Sumaré foi Professora Conteudista da disciplina de ensino à distância Aplicação e Análise de Casos desde 2014 até 2017. É atualmente Professora da disciplina de Gestão Estratégica da Inovação e Teoria da Inovação e Competitividade para o curso de Administração no Centro Universitário da FEI - Unidade São Bernardo do Campo. Participa ativamente de eventos de Empreendedorismo, criatividade, inovação e startups como: Avaliadora na Bootcamp Final e Demoday do InovAtiva Brasil ; Palestrante na Oficina de criatividade e inovação do FEI Portas Abertas ; Avaliadora no Pitch Fight do Centro Universitário FEI ; Participação da organização do Congresso de Inovação no Centro Universitário FEI; Avaliadora de projetos no evento Inova FEI; Jurada no Startup Weekend edição ABC. Atualmente conduz pesquisas de iniciação científica com alunos do Centro Universitário FEI, com bolsa Pipex, nos seguintes temas: Startup Enxuta, Empresas do Cubo, Análise de ativos intangíveis, Startups abertas, Wenovate, Aceleradoras e Incubadoras de startups.
View all posts by Patricia Matsuda →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *